Aneel prorroga por mais três meses proibição de corte de energia por inadimplência

Aneel prorroga por mais três meses proibição de corte de energia por inadimplência

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) anunciou nesta terça-feira (15), que vai prorrogar até setembro a proibição de corte de energia por inadimplência para os consumidores de baixa renda.

A informação foi repassada pelo diretor-geral da Aneel, André Pepitone, durante audiência na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados para tratar da crise hídrica no país. As informações são da Agência Brasil.

Em março, a Aneel havia decidido suspender o corte de energia por inadimplência para esta faixa de consumidores até 30 de junho.

A iniciativa deve beneficiar aproximadamente 12 milhões de famílias, que estão inscritas no Cadastro Único, com renda mensal menor ou igual a meio salário mínimo por pessoa. Também terão direito ao benefício famílias com portador de doença que precise de aparelho elétrico para o tratamento, com renda de até três salários mínimos, assim como famílias com integrante que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Contas de luz

O diretor-geral da Aneel disse ainda, nesta terça-feira (15), que a bandeira vermelha, a mais cara cobrada sobre a conta de Luz, deverá subir mais de 20%.

Neste mês de junho, está em vigor a bandeira vermelha no patamar 2, a mais cara que cobra R$ 6,24 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos.

A agência discutiu elevar essa cobrança para R$ 7,57 a cada 100 kWh. “Mas, com certeza, deve superar isso”, declarou.

Segundo o governo, O Brasil enfrenta a pior estiagem dos últimos 91 anos.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *