Governo determina que Secretaria da Mulher acompanhe caso de mulher trans queimada no Recife

Governo determina que Secretaria da Mulher acompanhe caso de mulher trans queimada no Recife

Foto: Aluisio Moreira/SEI

 

Em uma reunião com a secretária da Mulher, Ana Elisa Sobreira, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, determinou, nesta segunda-feira (28), que a Secretaria Estadual da Mulher acompanhe o caso e preste todo o apoio necessário a Roberta Nascimento, 33 anos, mulher trans que teve 40% do corpo queimado por um adolescente no Recife, na última quinta-feira (24). Câmara solicitou prioridade para o caso.

Segundo o Governador, “O papel do Estado é manter os canais para que essas violações sejam denunciadas e investigadas, e para tentar impedir que essa população continue sendo sistematicamente vítima da violência e da discriminação”, enfatizou.

De acordo com a secretária Ana Elisa Sobreira “Daremos todo suporte, seja na questão de saúde e acompanhamento psicológico para ela e seus familiares. Além disso, estamos criando o Comitê de Prevenção e Enfrentamento às Violências LGBTfóbica para avaliar e acompanhar os casos de violência intragoverno e, numa segunda etapa, com a sociedade civil”, explicou.

 

Caso Roberta 

Roberta Nascimento, teve 40% do corpo queimado por um adolescente na madrugada da última quinta-feira (24), no Cais de Santa Rita, no Centro do Recife. Ela, moradora de rua, costumava dormir nas proximidades do terminal rodoviário.

Um adolescente jogou uma substância inflamável em Roberta e ateou fogo nela. O autor do crime foi apreendido e encaminhado a uma Unidade de Atendimento Inicial (Uniai) da Secretaria de Criança e Juventude.

Roberta passou por um procedimento na manhã desta segunda-feira (28) de retirada do tecido desvitalizado no Centro de Tratamento de Queimados do Hospital da Restauração (HR).
Ainda segundo o hospital, ela foi extubada e saiu da sala de recuperação, mas seu estado de saúde permanece grave.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *