Wesley Safadão e Thyane Dantas são indiciados por vacinação irregular

Wesley Safadão e Thyane Dantas são indiciados por vacinação irregular

Wesley Safadão, e sua mulher Thyane Dantas, e outras seis pessoas foram indiciadas, nesta quarta-feira (29), pela Polícia Civil do Ceará por irregularidades na vacinação contra a Covid-19. As informações são do portal G1 ceará.

O casal e outras cinco pessoas deverão responder na Justiça estadual pelos crimes de peculato e infração de medida sanitária. Conforme a Polícia Civil, as penas somadas podem chegar a 13 anos de prisão.

A produtora do cantor, Sabrina Tavares, foi indiciada apenas pelo crime de infração de medida sanitária.

Thyane Dantas furou a fila da vacina contra a Covid-19 em 8 de julho de 2021. Na época, o calendário municipal vacinava 32 anos+ e ela tinha 30 anos. E foi muito criticada pelas redes sociais, sobre ter furado a fila da vacinação.

Já Safadão e a sua produtora, foram acusados de escolherem a vacina uma vez que ambos estavam agendados para serem vacinados no mesmo dia no Centro de Eventos do Ceará, mas foram a outro posto de vacinação em um shopping.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações indicaram que três servidores públicos da Secretaria da Saúde do Município (SMS) de Fortaleza “foram os responsáveis pelo sucesso da vacinação do trio”.

Em nota a polícia civil disse que “Ficou caracterizado que a vacinação das três pessoas investigadas decorreu de um prévio ajuste entre elas, uma pessoa próxima ao cantor e uma outra pessoa, que por sua vez, possuía contato com os três servidores públicos, descartando a hipótese de coincidência despropositada e/ou falha, a título de culpa, das pessoas que trabalhavam no local”.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *