Morador de rua espancado por personal é convidado para ser deputado

Morador de rua espancado por personal é convidado para ser deputado

O Givaldo Alves de Souza, de 48 anos, o mendigo de Planaltina que se viu envolvido em uma confusão no início de março, foi convidado para se candidatar a deputado nas próximas eleições.

O convite veio de, pelo menos, quatro partidos, segundo informações do Portal Metrópoles de acordo com as legendas, a ideia seria lançá-lo na disputa por uma cadeira na Câmara dos Deputados ou na Câmara Legislativa (CLDF).

Não foram revelados quais seriam as siglas interessadas em contar com Givaldo nas eleições. Mas o sem-teto teria sido chamado para concorrer como deputado estadual ou deputado federal.

A notícia dos convites a Givaldo aconteceu momentos depois de o rapaz falar publicamente pela primeira vez sobre o dia em que foi espancado por um marido que o encontrou mantendo relações sexuais com a esposa em Planaltina, no dia 9 de março.

Na conversa, Givaldo garantiu que não houve qualquer tipo de violência durante o ato sexual. No entanto, não havia imaginado que se tratava de uma mulher casada.

A abordagem, segundo o morador de rua, ocorreu na rodoviária da cidade e ambos seguiram no carro da mulher para um local afastado.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.